Como se tornar um piloto

É o questionamento de muitas pessoas, pois não sabem quais são os passos para se tornar um Piloto de Avião, onde é uma estrada longa e árdua, porém quando se chega ao final da jornada sente-se uma grande realização e satisfação.

O tempo de preparo e também o tempo de formação de um piloto depende muito do próprio piloto, podendo dizer que se ele se dedicar muito e tiver dedicação exclusiva para o que deseja, é possível ter a formação completa de piloto privado e também piloto comercial em cerca de doze meses, para se tornar piloto das forças armadas vai levar mais tempo. Sempre lembrando que isso dependerá de uma séria de fatores, sendo o fator principal toda a evolução que o aluno terá no decorrer do tempo.

Para ser piloto privado é necessário que você tenha 17 anos completos para o curso teórico e 18 anos completo para o curso prático, primeiro grau completo e também o Certificado de Avaliação Física, que é feito com médicos especializados em algum Hospital da Aeronáutica ou clínica homologada pela ANAC. Sem este certificado, mesmo que o candidato consiga ter êxito no curso teórico e tenha sido aprovado na banca da ANAC, ele não poderá prosseguir para o treinamento prático de voo.

NOVIDADES: Leia! Como F5 Da FAB Consegui Quebrar Os Vidros.

Então é muito aconselhado que este certificado seja tirado até mesmo antes do curso teórico para que evite frustrações futuras, pois o exame é crucial para se praticar todas as horas de voos que são necessárias. Para esse certificado o aluno irá se submeter a uma série de exames, incluindo teste de esforço, psicotécnico e de sangue.

No Curso Teórico para Piloto Privado é onde o aluno começa a ter contato com noções Regulamentos de Tráfego Aéreo (VFR), Conhecimentos Técnicos (motores à pistão), Aerodinâmica e Teoria de Voo, Meteorologia e até mesmo Navegação Aérea (VFR). Este curso leva em torno de 4 meses e após o procedimentos o aluno parra por uma avaliação na banda ANAC, onde ele deve ter o aproveitamento mínimo de 70% para começar a fazer suas 40h de voo.

Dessas 40 horas de voo exige-se que pelo menos 3 horas sejam de voo noturno. É importante salientar que apesar de serem necessárias somente 40 horas, isso depende muito do aluno e as vezes pode acontecer de o aluno necessitar de mais horas para estar realmente preparado.  Por isso, sugerimos que o aluno se empenhe em aprender e apreender o máximo de conhecimento em todas as fases da instrução para que não prejudique o aprendizado dele próprio.

Lembrando sempre que o tempo para a conclusão dessas 40 horas depende muito mais da disponibilidade e do empenho do aluno do que qualquer outra coisa, se o aluno pode ficar na escola voando todos os dias, logicamente sujeito a disponibilidade meteorológica, ele irá conseguir voar muito mais rápido essas horas, pois após o período de adaptação é permitido voar mais de 1h por dias lembrando sempre da disponibilidade da aeronave e também do clima.

curso de piloto

O que esperar no final?

Ao final do curso prático, já de posse do Certificado de Capacidade Técnica (CCT/Banca ANAC), após ter sido aprovado na banca da ANAC, o aluno estará apto a realizar o voo de check. Se aprovado neste voo, o aluno estará apto a pilotar aviões monomotores em condições visuais, porém, não pode ainda exercer atividade remunerada com a aviação.  Para trabalhar como piloto é necessário o curso de PILOTO COMERCIAL e o processo reinicia todo de novo.

Lembrando que para ser piloto comercial o aluno precisa ter mais de 18 anos e o segundo grau completo, certificado de avaliação física de primeira classe e CHT de Piloto Privado. O curso teórico leva mais de 4 meses e mínimo de aproveitamento na banca da ANAC é de 70%.  Depois disso são necessárias mais 110 horas de voo, sendo no mínimo:

  • 60 horas visual e navegação
  • 12,5 horas MLTE IFR
  • 8 horas IFR
  • 8 horas Noturno
  • 32 horas de Simulador de voo ou 19 horas de IFR